segunda-feira, 3 de outubro de 2011

CELA 3 POR 4


Saudade
Saudade do silêncio. Saudade da paz.
Saudade do escuro. Saudade da luz. Saudade da Luz.
Saudade duma mesa, a minha mesa, para escrever, para desenhar, para pintar. Saudade duma cadeira, a minha cadeira, para me sentar e sonhar. Saudade dum quarto, o meu quarto, onde me refugiar e repousar. Saudade dum canto para apenas ficar escutando música.
Saudade duma refeição confeccionada com gosto e amor. Saudade de alimentar o corpo e a alma.
Saudade de circular livremente pela casa. E me sentar na sala, assistindo TV. E me sentar na mesa, almoçando tranquilo. E de acordar pela manhã sendo saudado com sorrisos e não com resmungos e antipatia.
Saudade de quando habitava um lar, que era mesmo um lar. O meu lar. Com ou sem família, mas um lar, onde eu podia circular livremente e com alegria.
Saudade duma casa onde eu me refugiava e não uma casa de onde eu fujo para me refugiar.
Saudade da liberdade. Saudade da tranquilidade. Saudade da felicidade.
Saudade da solidão.


Nota: esta publicação é sequente à publicação de hoje, "3 POR 4" no meu outro blog "Eu Cuspi na Cruz"

Dedicatória: à minha sogra, que sabe, como mais ninguém, fazer do meu quotidiano um verdadeiro inferno.

8 comentários:

São disse...

Amigo, estás sendo - desgraçadamente - a prova provada do que eu escrevi um destes dias lá no "são"...

Um abraço apertado...e coragem!

Dona Sra. Urtigão disse...

Que triste...

Eu que pela primeira vez gosto de estar em casa, aos quase 60 anos dessa existencia.


Ah ! Desejo e espero que seja só ficção.

Se meus genros e noras se sentirem atormentados por mim, certamente é pela ausencia, jamais os incomodo pela minha presença ou palpites. Por isso brincam às minhas costas, chamando-me San'Tania...Tomo muuuuito cuidado...Maaas... sou mesmo meiomuuuuito vaidosa...
Abraço.

Astrid Annabelle disse...

Bom dia ManDrag!
Faz tempo que não passo por aqui, pois que tenho estado mais fora da net.
Li com atenção seu texto...se isso for assim mesmo, reinvente-se! Isso não é difícil...afinal as escolhas são sempre nossas!
Beijos
Astrid Annabelle

Paulo Braccini - Bratz disse...

nada pior q ter alguém para infernizar nossas vidas ... mas seja tranquilo e administre sem rancor ...

beijo grande

Hürrem disse...

Amigo ManDrag,
Senti a tua dor, imaginando exatamente a situação em que vives...teu texto é muito profundo e emotivo...Desejo de todo o coração que vc e seu amado possam resolver essa situação..quem sabe se mudando de casa? Sinceramente amigo, ninguém merece morar com sogra! Já diz o ditado "quem casa quer casa". Que dias melhores possam chegar para ti amigo! Abraço fraterno.

BlueShell disse...

Sim, sem rancor...
Vai construindo tuas defesas....tu sabes que és forte: usa tua força para que os dias sejam mais leves...

Diogo Didier disse...

Gosto de vc Man pq, de alguma forma vc é diferente de tudo o que eu conheço...inquieto, sei lá! gosto!

bjoxxxxxxxx querido!

Mari disse...

Eu me calei ao ler o post no primeiro dia por não saber confortar com as palavras...Mas senti sua dor.
Ainda continuo sem saber o que dizer, pois só quem sofre na pele é que sabe o quanto é difícil a situação toda.
Sinto que vim pra falar nada com nada, mas só quero mostrar que estive com meus pensamentos de simpatia a você.