quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

DINHEIRO, FELICIDADE E NÉSCIOS

Todos os meus leitores em Portugal devem saber do caso, mas mesmo assim não quero deixar de aludir a este caso anedótico e surrealisticamente verdadeiro, não só para um breve comentário, mas para que os meus leitores não residentes neste país possam também reflectir sobre o episódio.

Há dois anos que 15 milhões de Euros esperam numa conta bancária a decisão judicial sobre o seu destino, entre dois contendores. E quem são estes?
Há dois anos um homem estava prestes a registar uma aposta no jogo do Euromilhões, quando recebe um telefonema da sua namorada para que apostasse mais 2 Euros que o habitual.
A aposta foi premiada com 15 milhões de Euros e os os amados passaram a odiar-se. Porquê?! Porque cada um reclama para si a propriedade do prémio.
O namoro terminou e o amor passou a ódio, que acabou por alastrar aos familiares de ambos.

Mais uma vez se pode perguntar se o dinheiro traz felicidade.
Eu digo sim, o dinheiro traz felicidade. Mas não a néscios!

3 comentários:

Serginho Tavares disse...

hahahahahahahahahaha
Tudo vai bem até o dinheiro entrar ai que vemos quanto de amor existia na relação!
Adorei o texto amor. Me lembrou um caso de dois homens aqui no Brasil. O patrão e seu empregado. O empregado pediu para o patrão fosse a lotérica fazer o jogo para ele e disse que se ganhasse dividiriam o prêmio. Ele ganhou e o patrão quis ficar com tudo. Mas a justiça decidiu que ele tinha que dividir.
Pelo menos algo acabou bem.











[te amo]

SILÊNCIO CULPADO disse...

ManDrag

O dinheiro traz à superfície a face mais hedionda de um ser humano. Este caso é ilustrativo. Mas o dinheiro proporciona prazeres nomeadamente o de repartir com outros o nosso bem-estar. E, naturalmente, viver aqueles prazeres da vida que sem ele nos estariam interditos.


abraço

Leandro disse...

O que o dinheiro não é capaz de fazer? Mas será que ambos realmente se amavam? Esse episódio me fez lembrar o filme "Jogo de amor em Las Vegas"" A história é bem parecida