sábado, 16 de fevereiro de 2013

O TOQUE



Perdemos o toque. Perdemos a capacidade de comunicar pelo toque.

Civilidade é domesticação, dominação, subjugação.

Como humanos somos seres por essência comunicativos. Somos criaturas gregárias. A falta de comunicação debilita o ser humano na sua identidade e expressão.

Comunicamos pelos sentidos. Com todos eles. E através de todos eles. Se algum for excluído ficamos incompletos.

Puritanismos patéticos. Moralismos anti-natura. Preceitos castradores da natureza bio-emocional humana. Preconceitos aberrantes. Deformação de padrões e valores. Tudo foi utilizado para sufocar o nosso apelo instintivo ao contacto directo; pele na pele.

Religiões ínvias amputaram o toque através duma argumentação de pecado e condenação por luxúria. O medo do apelo das emoções primordiais.

Atrofiados tentamos o equilíbrio dum ser que nunca poderá ser.

A lascívia faz parte dos nossos impulsos mais profundos. O apelo ao prazer, pela necessidade dele para nos reequilibrarmos emocionalmente e nos mantermos saudáveis. Activos. Felizes.

O anseio pelas multidões. O roçar dos corpos agitados. A libertação do ser indiscreto que habita em nós. O partilhar de sensações. O libertar de emoções. O explodir da electroquímica do cérebro. O êxtase de vogar no mar proibido de hormonas inspiradoras de liberdade e satisfação. Prazer, prazer, prazer.

Comunicamos através de todos os sentidos, se algum for excluído ficamos incompletos.


Nota: Banda sonora sugerida, "I Have The Touch" de Peter Gabriel.

8 comentários:

Serginho Tavares disse...

Hoje em dia multidões é sinônimo de horror. Infelizmente vivemos num mundo em que as pessoas têm medo do toque!

São disse...

Gostei da foto.


O toque deveria ser recuperado, mas ainda hoje o cristianismo considera o corpo pertença do Senhor das Trevas...

Abraço apertado

Raphael Martins disse...

Simplesmente genial o seu feeling sobre o comportamento humano. Sou seu fã, MD !

Paulo Roberto Figueiredo Braccini . Bratz disse...

forte e verdadeiro ...

bjão querido

Wanderley Elian Lima disse...

Infelizmente hoje a comunicação só se dá de forma virtual, tornando a humanidade cada vez mais carente.
Bjux

Diogo Didier disse...

É a individualidade, querido, que nos limite e coibi as nossas sensações mais puras...é uma pena mesmo!

Bruno Etílico disse...

não vejo problema na comunicação virtual, sem toque. Hoje eu acho que tocamos de outras formas. mudamos, sem julgamento de valor de minha parte.

você tá sumido :(

BlueShell disse...

Cada vez mais vivemos em conchas- olha eu....
BlueShell