terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

CÃO DE POLÍTICO VELHO

Uma velha raposa da politica foi para um safari em África e levou o seu velho e fiel rafeiro.

Um dia, caçando borboletas, o velho cão, de repente, deu-se conta que estava perdido. Vagueando a esmo, procurando o caminho de volta, o velho cão percebeu que um jovem leopardo o vira e caminhava na sua direcção, com a firme intenção de conseguir um bom almoço.

O velho cão pensou depressa (pois os velhos pensam depressa e os políticos astutos ainda mais):

- Oh, oh! Estou mesmo enrascado!

Olhou à volta e viu ossos espalhados no chão muito perto de si. Em vez de se apavorar mais ainda, o velho cão, ajeitou-se junto do osso mais próximo e começou a roê-lo, virando as costas ao predador, fingindo que não o tinha visto ...

Quando o leopardo estava pronto a dar o salto a fim de o abocanhar, o velho cão exclamou bem alto:

- Este leopardo estava delicioso! Será que há outros por aí?

Ouvindo isso, o jovem leopardo, com um terrível arrepio na espinha, suspendeu o ataque, esgueirou-se na direcção das árvores e pensou:

- Caramba! Essa foi por pouco! O velho rafeiro quase me apanhava!...

Um macaco, numa árvore próxima, assistiu à cena e logo imaginou como fazer bom uso do que vira. Em troca de protecção para si, informaria o predador que o cão não havia comido leopardo algum...

E assim apressou-se em direcção ao leopardo. Mas o velho cão viu-o a correr ao encontro do predador em grande velocidade e pensou:

- Aí há marosca...

O macaco logo alcançou o felino, cochichou-lhe o acontecido e fez um acordo com o leopardo. O jovem leopardo ficou furioso por ter sido enganado e disse:

- Ó macaco, sobe para as minhas costas para veres o que vai acontecer àquele cão abusador...

Agora, o velho cão via um leopardo furioso, vindo em sua direcção, com um macaco nas costas e pensou rápido novamente:

- E agora, o que é que eu faço?

Mas em vez de correr (pois sabia que as suas pernas cansadas não o levariam longe...) sentou-se, mais uma vez de costas para os agressores, fazendo de conta que não os via... Quando estavam suficientemente perto para ouvi-lo, o velho cão disse:

- Mas onde é que anda o sacana daquele macaco? Estou a morrer de fome!... Disse que me traria outro leopardo e até agora nada!...



4 comentários:

Jorge Oyafuso disse...

AUHSUHASUHUAHS, muito bom!!!

O melhor é a foto no final... kkkk

Serginho Tavares disse...

Hahahahahahahaha
Adorei esta! Cão que anda com político aprende muito!

Beijos amor

Mari disse...

rsrsr Adorei!Ótima também é a foto!

Leika Horii disse...

Muito bom.
Engraçado, nas fáblas japonesas os macacos tb querem dar uma de espertalhões, mas acabam se dando mal. Em uma delas, o macaco foi condenado a, como diria em português... ficar batendo em algo parecido com um pilão pela eternidade, por isso que os japoneses veem um macaco na lua, diferente de nós que vimos o cavalo de São Jorge.
bjos