sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

EGIPTO, A REVOLUÇÃO

Mubarak resignou, transferindo para o Conselho Superior Militar os destinos da nação durante o período de transição de regime.
Mais uma vez o povo ergueu a sua voz. O Egipto deu mais uma lição ao mundo e segue em frente.

7 comentários:

Serginho Tavares disse...

Já vai tarde por sinal!
E viva o Egipto pela linda lição que deu ao mundo! Mais uma vez fez história!

Beijos meu amor, fiquei muito feliz com esta notícia que tanto esperávamos!

lolipop disse...

segundo o mito egípcio, Hórus o deus Falcão,derrotou Seth, o seu tio, e tornou-se senhor do mundo. O deus Falcão regressou para derrotar o usurpador...Mubarak viu o seu poder dissolver-se como areia no deserto. Um rei ilegítimo como Seth, que na batalha com Hórus perdeu um testículo, tornando-se por isso símbolo da esterilidade e do deserto. o deus Falcão perdeu no Nilo um olho, o olho da lua, o olho do sonho, que está a recuperar....
BEIJOS

Mari disse...

Sim, concordo em tudo com o Serginho. Foi tarde!

São disse...

Foi tarde...e oxalá não apareça substituto!

Um abraço, Amigo.

Junnior disse...

Ufa, finalmente! Que o exemplo da persistência e da garra do povo egípcio fique na história mundial.
[obrigado pela atenciosa visita ao IG].
Beijos.

António Rosa disse...

Man

Se bem te lembras, em Portugal, após o 25 de Abril, estivemos desde 1974 a 1982, sob o domínio de juntas militares (com diversos nomes), como esta criada no Egipto. Quando eles se agarram...

Democracia é só quando os militares não governam.

Muita sorte para os egípcios.

Abraço.

Glorinha L de Lion disse...

Mostrando que a força do povo pode derrubar quem quiser. Menos um ditador tirano...agora, aguardemos para ver se não será substituído por uma ditadura religiosa...Espero que não, bjs,