segunda-feira, 26 de setembro de 2011

LIMBO


A porta estava aberta... e passei. Há apenas um caminho a seguir; adiante.
Lá fora estava apenas a luz... esplêndida... arrebatadora... era o ir ou o ficar. Mas o ficar não há, pois o universo avança... mesmo sem a nossa vontade. O fluir...
A ruína é apenas física. A alma esgueira-se, estica-se numa imensa dor, para a liberdade. A fuga arrebatadora.


Ao assistir o vídeo lembrei do J.A. (do Cores da Crise de Meia Idade) que recentemente esteve no Canada, a quem dedico o vídeo. O vídeo é uma montagem de fotos feitas nos arrabaldes de Quebec.

5 comentários:

Serginho Tavares disse...

Seu texto sobre o limbo me lembrou aquele filme que vimos, A Origem.

O vídeo é lindo, a música chega a ser hipnotizante e ajuda a nos transportar para lá!

Beijos meu amor

Beth/Lilás disse...

Vídeo e música lindos!
E todos os dias quando abro os olhos, fico ainda alguns segundos olhando o teto do quarto, penso, tenho mais uma oportunidade, que eu possa fazer bom uso dela, e assim sigo minha vida.
um forte abraço carioca

São disse...

Meu querido, infelizmente, não pude ver o vídeo.

Um abraço enorme.

Junnior disse...

Ah, Canadá me traz boas lembranças, Morei lá (Montreal) por 1 ano, mas já faz tempo...
Adorei as imagens de Quebec e a música do vídeo.
Por falar em vídeo, tem um lá hoje no IdG que tem a ver contigo. Uma surpresa que espero que vc curta.
Bj.

Cores da Crise de meia idade! disse...

Atrasado,mas cheguei...
Obrigado pela lembrança carinhosa , Man!