segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

REPÚBLICAS?!

Cristina Kirchner, Presidente da República Argentina

Trono, faixa, ceptro, só falta mesmo a coroa para se fazer passar por uma rainha.

Mas não é este o único caso, nem o único aspecto que faz com que as ditas repúblicas se assemelhem a monarquias electivas. Há todo um vício de mordomias que depois da abolição das monarquias não foram abolidas nem erradicadas.

Os monarcas e suas cortes, foram substituídos por presidentes e suas elites políticas republicanas; muitas vezes até com privilégios hereditários. E tanto em regimes de direita como de esquerda!

Não passam de uma corja de farsantes oportunistas!

Para quando um revisão profunda dos vícios governativos de muitíssimas das repúblicas actuais? Para quando o fim dos privilégios e mordomias dos políticos, que juram estar ao serviço dos povos e das nações, mas cobram muito caro por tais serviços? Para quando o fim destas democracias republicanas, nas quais o último a mandar é o povo?

3 comentários:

Serginho Tavares disse...

Um bom exemplo que temos é aqui no Nordeste onde os velhos coronéis ainda ditam suas regras!
Lamentável...

Paulo Roberto Figueiredo Braccini . Bratz disse...

Por estas e outras já não me alinho mais a política institucional ... 2002 foi o último ano em q votei em alguém ... acho q se eu me candidatar a algum cargo um dia não terei nem o meu voto ... #fato

Beth/Lilás disse...

Argh!
E na Argentina tem mais um agravante, pois se bobear eles começam a chamá-la de santa como fizeram com aquela tal Perón.
abraço