domingo, 30 de maio de 2010

O QUARTO


O tema para este post não é a nudez do jovem, não. Ela é colateral, embora também possa ser interpretada como simbólica.
À uns anos atrás, largos anos, este quarto estaria cheio de livros e LPs. Um jovem que buscasse cultura iria rechear as prateleiras do seu quarto com livros. Era aí que a minha geração e as que me antecederam, buscavam conhecimento e cultura. E os livros são óptimos estimulantes do raciocínio. Eles não mostram as cenas completas, estimulam a elaboração das imagens e a actividade mental.
Se olharmos bem para a foto poderemos perceber que o acumulado se reparte entre jogos de vídeo, CDs musicais e DVD de filmes (nem um único livro se vislumbra). Será cultura também, me dirão. Mas uma cultura diferente, direi eu. Uma cultura intelectualmente mais pobre, pois é uma cultura do imediato sem apelar ao pensamento e interiorização. A cultura padronizada de modelo Hollywood é oca de conteúdos e alienadora. É a apologia do imediato inconsequente. Não estimula o intelecto, não incentiva o raciocínio, não ensina a pensar.
Assim este triste jovem tem o seu quarto cheio de cultura, mas ele continua despido de Conhecimento.

3 comentários:

Serginho Tavares disse...

Quando vemos um jovem de hoje achar que a Lady Gaga é inovadora, então, a juventude está mesmo perdida!

Mari disse...

Puxa! Gostei mt da sua interpretação da foto. Blog interessante. Vc tem muitos, como este está mais atualizado escolhi seguir esse. :)
Até!

Hürrem disse...

Olá como comentou minha amiga Mari, também adorei esse Post e a interpretação filosófica que deste a foto,realmente muito apropriada.