sexta-feira, 18 de junho de 2010

CONCORDATA COM ISMAELITAS

Príncipe Aga Khan IV, imã dos ismaelitas

É aprovada hoje, pela Assembleia da República Portuguesa, uma concordata com a Comunidade Ismaelita em Portugal. Estabelece-se assim que essa comunidade tenha acesso formal aos mesmos direitos e obrigações que as outras comunidades religiosas radicadas no país.

Ao longo dos anos têm-se vindo a estabelecer relações profícuas do Estado Português com os representantes da comunidade muçulmana ismaelita, nomeadamente com a Rede Aga Khan para o Desenvolvimento.

A Rede Aga Khan para o Desenvolvimento é uma organização que “reúne diversas agências, instituições e programas” com “mandatos individuais que abarcam desde os campos da saúde e educação à arquitectura, ao desenvolvimento rural e à promoção do empreendedorismo no sector privado. Juntas, colaboram num trabalho que tem um objectivo comum – criar instituições e programas que possam responder, com continuidade, aos desafios resultantes das mudanças sociais, culturais e económicas”(http://www.akdn.org/portugal).

Tal como o cristianismo e outras religiões, o islamismo é um universo que comporta vários mundos sob um mesmo dogma. Se uns representam a sua fé pela intolerância e fundamentalismo criminoso, outros justificam a sua fé com altruísmo e compaixão. Dentro do mundo muçulmano há milhões que são almas de paz e humanismo.

2 comentários:

Serginho Tavares disse...

Exatamente. Como em todas as religiões não podemos generalizar. Existem muçulmanos e muçulmanos.
É uma pena que neste mundo nivelem tudo por um só.
E que todos possamos aprender com Portugal.

Mais um texto fabuloso!
Beijos
Amo te

Mari disse...

Que ótima essa aliança! Eles devem ter o mesmo acesso que outras comunidades religiosas cristãs tem.