terça-feira, 27 de julho de 2010

PETRÓLEO: PRODUÇÃO E CONSUMO

Clicar na imagem para ampliar

É este um mapa-mundi diferente dos que estamos habituados a encontrar. Aqui a grandeza dos países é aferida pela quantidade de petróleo em reservas naturais disponíveis no seu território.


O comércio/indústria do petróleo é o grande ditador da economia mundial; sendo que este é um sistema criado para manter a supremacia do dólar americano e assim favorecer o falso poderio da economia norte americana.

No mapa:

- a dimensão do pais corresponde à sua capacidade de produção, pode ser verificada na tabela do lado direito em bilhões de barris (o barril de petróleo corresponde a cerca de 159 litros).

- a cor indica o consumo de petróleo por cada país: na tabela do lado esquerdo podemos ver uma escala de níveis de consumo por escalões.

- Os Estados Unidos consomem mais de 20 milhões de barris de petróleo por dia, mas têm menos de 2% das reservas mundiais de remanescentes.

- Os países do Médio-Oriente controlam mais de 60% das reservas mundiais remanescentes de petróleo.

Podemos ver que a Arábia Saudita lidera na posse das maiores reservas de petróleo, logo seguida pelo Irão e pelo Iraque, enquanto os Estados Unidos da América do Norte são os mais gastadores, melhor diria esbanjadores, de petróleo. É interessante verificar que a Arábia Saudita é o maior aliado, entre os produtores de petróleo, dos USA e que o Iraque está sob o jugo das armas americanas, assim como o Irão se mantém sob a mira do Pentágono, com contínuas ameaças de invasão por parte dos americanos sob o pretexto de ... não se sabe bem de quê.

4 comentários:

Serginho Tavares disse...

Ultimamente eles tem esbanjado mesmo muito petróleo no Golfo do México...

São disse...

Sabes que a China também está a braços ( e nós também !) com um derrame de petróleo em bruto?

Eu acho que nem é necessário esperar por 2012 por este caminho...

Beijinhos, lindo.

Clarice disse...

Imagine quando a briga for por água!
Abraço.

Mari disse...

Este simples mapa explica a razão de todos esses conflitos recentes, que de certo, ainda não acabaram...A cobra ainda vai fumar :/