sábado, 6 de novembro de 2010

SILÊNCIO

Depois dos confrontos e das canseiras convém fazer uma pausa. Manter o recato e sentir o maravilhoso perfume do silêncio.

Depois da tareia convém repousar o corpo e alentar a alma.

Depois da refrega convém parar e reflectir.

Depois dos flagelos do Sol convém o recolhimento da Noite. O reencontro com a Fonte.

É o que estou fazendo; parar para respirar! Voltarei de imediato.

9 comentários:

Lobo disse...

Respirar é importante. Imagina ficar sem respirar, que tragédia? :p

Tome seu tempo, respire fundo, e volte.

Um beijo!

Paulo Braccini disse...

sim ... isto é bom e necessário ... revigore-se e volte ...

;-)

São disse...

Silêncio, renovação...à tua vontade, mas rapidamente. rrss

Um saudoso beijo

Malu Machado disse...

Olá,

Não sei se vc é adepta a prêmios, mas te indiquei para o Prêmio Dardos. Passa lá no meu blog. Um abraço,

Beth/Lilás disse...

ManDrag!
Eu também gosto destas paradinhas. São muito importantes para recuperarmos o fôlego.
Passar bem e ótimo domingo!

Serginho Tavares disse...

Dar um tempo é bom, mas esperamos sua volta aqui! E logo!

Beijos meu amor
Amo te

Hürrem disse...

Amigo ManDrag,
Vc com seu talento literario, certamente precisa recarregar as baterias, para continuar sendo o artista que vc e. Bom descanso!
Um abraço com amizade

Mari disse...

Que paz senti ao ler sua poesia...que beleza!

Clarice disse...

Abrir um intervalo com essa construção, quem dera!
Abraço.