quarta-feira, 1 de setembro de 2010

GUERRA NUA

Artilheiro na torre de fogo de um bombardeiro da segunda guerra

Outrora os guerreiros combatiam corpo a corpo. Viam os olhos dos seus adversários, sentiam-lhes o cheiro e o calor dos corpos esforçados e ensanguentados.

Com a parafernália tecnológica de hoje, a guerra procura cada vez mais ser um uma actividade impessoal, despida de envolvimento físico directo. Até tentam mostrá-la como isenta de violência, como se tal fosse possível.

Ludibriados pela falsa ideia de que os muitos dispositivos tecnológicos lhes proporcionam uma inviolabilidade protectora, os militares avançam para a frente de combate num misto de terror e falsa aura de heroísmo. O maior embuste!

Como seria se os nossos militares tivessem todos de combater nus como vieram ao mundo? Que sentimentos os inspirariam e que emoções os moveriam?

8 comentários:

São disse...

Vi ontem um documentário que me deixou aterrada. Focava o mais poderoso missil norte-americano e tudo aquilo nos era apresentado com um jogo de guerra e como se os danos colaterias fossem algo sem importância!!

Um saudoso abraço.

Mari disse...

É verdade, a guerra está mais "limpa" na aparência, mas a sujeira continua podre como sempre.

Não sei se lutar nu faria alguma diferença...O ódio cega.

Paulo Braccini disse...

Forte e reflexivo isto ... Guerra Limpa ... nos primórdios da história até nas guerras imperava um padrão ético ...

bjux

;-)

Serginho Tavares disse...

Guerras pra mim são sempre guerras motivadas sempre por algum desejo torpe.
Nu ou não os resultados seriam os mesmos, entre mortos e feridos salvariam-se alguns proclamados de heróis!

Gustavo thayllon disse...

Guerra @ na minha opinião naum existe guerra limpa ' se existe guerra allgum conflito teve se houve conflito houve motivos !

mais estamos no seculo XXI
os seres humanos falam que evoluiram mais se tivessem evoluido mesmo eles teriam o senso e a capacidade de intender e definir que guerra é errado .

Guará Matos disse...

A nudez apenas não mostra as armas, mas elas existem.

Abraços.

Lobo Cinzento disse...

Reza a lenda que a guerra pós disparos nucleares seria assim...

Abração!

Beth/Lilás disse...

Interessante sua reflexão!
Nunca pensei sob este ângulo, talvez diga muito, afinal as pessoas quando se escondem atrás de vestes, fardas, capacetes o que for para se protegerem, escondem também sua essência, como se escamoteassem por trás disso tudo.
abs carioca