segunda-feira, 30 de agosto de 2010

DOMÍNIO DAS CIDADES


Ricardo Pinto escreveu três volumes duma narrativa fantástica (“A Dança de Pedra do Camaleão”) que são uma alegoria do mundo em que vivemos. Embora passada num universo antiquíssimo, em que ainda os grandes dinossauros habitavam a Terra (aqui em comum com os humanos), toda a trama testemunha uma motivação e ambição comuns à nossa sociedade actual.

No Livro III (“O Terceiro Deus”, que tive a felicidade de me ter sido oferecido pelo meu primo Ramarago) encontrei o excerto que em seguida transcrevo. Penso que a clareza do texto dispensará qualquer explicação.

Pode considerar-se que a população duma cidade é composta por três classes: a administrativa, a produtiva e a dos vermes. As últimas duas classes formam um só grupo natural e, portanto, não deveriam ser consideradas diferentes, mas sim opostas. A classe dos vermes é composta por pedintes, ladrões, leprosos e outros elementos não produtivos. Embora teoricamente possível, a eliminação desta classe seria contrária à governação eficiente de uma cidade, não só porque o controlo da mesma sempre permite uma função visível à classe administrativa, mas também porque a sua própria existência recorda permanentemente à classe produtiva a profundidade do buraco em que pode cair caso deixe de produzir. Para além disso, uma vez que a classe dos vermes é a grande parasita da classe produtiva, tem o efeito desejável de enfraquecer esta última, pelo que a classe administrativa a deve diminuir apenas o suficiente para manter a ordem nas cidades.”

(Extracto de um codicilo compilado num cordão de contas pelos Sábios do Domínio Cidades)

Ricardo Pinto in “O Terceiro Deus – A Dança de Pedra do Camaleão”

Editorial Presença

Ricardo Pinto


Outros links para os trabalhos de Ramarago:

http://ramarago.com/

http://www.1000imagens.com/autor.asp?idautor=1455

http://br.olhares.com/Ramarago

http://coisasdotromundo.blogs.sapo.pt/

5 comentários:

Serginho Tavares disse...

Ele é muito bom.
Pelo pouco que li deste a gente fica sem vontade de parar!

Beijos

Lobo Cinzento disse...

Olha só... faz todo o sentido pra mim. Pior que é bem assim que funciona mesmo.

Abração!

Hürrem disse...

Amigo ManDrag, como outos seguidores teus já comentaram, vc está cada vez melhor!!Realmente o texto tem exatamente tudo o ver com o sistema o qual somos submetidos! Parabéns!!! Nota 10! Abraços

Mari disse...

Nossa, é forte de ler...classe dos vermes. Mas é isso mesmo. Falou no português bem claro.

Eu fiquei interessada em ler este tb. Mas primeiro vou procurar aquela trilogia dos dragões. (Fui até conferir o nome) :)

Até a próxima, amigo!

Guará Matos disse...

É desse jeito mesmo!
A vida inspira a ficção.

Abraços.