quinta-feira, 5 de agosto de 2010

ESSA AGORA!...

Chamem-me estúpido mas não façam de mim parvo!

À dias o novo cabeça de topo da BP veio anunciar o sucesso dos esforços de obstrução da fuga de petróleo no Golfo do México (no dia do aniversário do presidente dos USA), minimizando ainda o impacto que o derrame teve e terá nos ecossistemas locais. Chegou a alvitrar que a natureza estava fazendo a maior parte do trabalho ao diluir e evaporar o crude que não fora recolhido pelos barcos de limpeza. O quê??? Assim em menos de nada? Mas temos magia ou milagres agora, no mundo dos petrolíferos? Ou a Natureza deu numa de Pepe Rápido onde costuma levar décadas?

Mas quem se convence que depois de três meses derramando petróleo (mais de 780 milhões de litros de crude) sem controlo no mar o impacto seja mínimo?

No dia do seu aniversário Barak Obama anunciou sem grande ênfase a notícia do sucesso da operação de obstrução. Hum...! É suspeito! O que politico mais gosta é de dar boas notícias, mais ainda no dia do seu aniversário. Porquê tanto low profile neste caso?

Já todos sabemos que aí anda muito esturro, mas convém não esquecer de pensar com as próprias cabeças e não nos deixarmos embalar nas cantilenas do costume. Mais uma vez tudo fica envolto em grandes maquinações, quando o caso trata de petróleo.

Hoje começaram a injectar cimento na boca do poço com o intuito de o bloquear.

Agora vai ser o tempo de propaganda orquestrada para desviar as atenções do caso e mascarar toda a sujeira feita pelos políticos e economistas sem escrúpulos. O festival de patranhas vai começar!

4 comentários:

São disse...

Oh, meu querido, o milagre se dá pelo simples facto de o Director ser, agora, um cidadão dos Estados Unidos! Tão simples quanto isso!!

O resto que se dane, pois claro e como sempre, não é assim?

Um abraço solidário na indignação.

Serginho Tavares disse...

Agora é esperar pra ver onde vai dar se é que já sabemos bem onde isso vai dar não é?

Beijão

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

Olá meu amigo.
Estarei por aqui em teu blog, para ler teus ótimos escritos.

Se há uma grande decepção mundial, o nome atende por Obama.

Nobel da paz que suja as mãos em guerras.

E defensor do meio ambiente que minimiza uma situação tão grave como esta.

Aqui no Japão todos se perguntam: os americanos vieram aqui, fizeram o documentário sobre os golfinhos. Criaram um forte sentimento anti-nipônico. Depois do Oscar ganho e o dinheiro recolhido nos cinemas, nada mais foi feito por aqui. Não se vê uma alma da Sea Shephard.

Qdo o problema é na casa deles, tudo é resolvido rapidinho, sem sujeira, sem graves consequências. Americanos são alquimistas, transformam o óleo cru em brumas do mar?

Lamentável.

Mari disse...

É ridículo. Eles querem enganar a quem?

O que disse o Alexandre é a pura verdade. Na hora de meter o bedelho dizendo não à caça de baleias nos territórios japoneses, dizendo não à destruição da Amazônia na América do Sul, eles são bons! Mas qd é com eles, cadê o barulho na mídia mundial? Cadê?

Uuuuuuuh, raiva!