sexta-feira, 13 de agosto de 2010

13

Não me questionem! Não me perguntem porquê. Eu não sei. Talvez...

D. Dinis foi um dos reis mais cultos e inteligentes da história de Portugal. E houve vários com essas mesmas qualidades. Reis e rainhas que se destacaram e deixaram marca pela sua relevância intelectual e erudição.

Mas não é de D. Dinis que venho falar. Nem venho falar do Castelo de Tomar, nem de D. Afonso Henriques e Gualdim Pais, seus fundadores e construtores. Nem venho falar da Ordem do Templo ou dos templários, ou Ordem dos Pobres Cavaleiros de Cristo e do Templo de Salomão de seu nome completo (que tinham por insígnia uma imagem de dois cavaleiros montando um mesmo cavalo).

O excelente texto da São, de título “Sexta-feira, 13”, moveu-me. A pertinência da chamada de atenção sobre um dos episódios mais dramáticos da História europeia, que de sobremaneira influenciou os destinos da civilização que então se edificava e da qual hoje todos partilhamos. O apelo a uma memória que ainda hoje perdura. A dor causada pela saudade dum ideal traído na maior infâmia.

Eu tinha de divulgá-lo.

9 comentários:

Mari disse...

Vou ler agora mesmo! Até amigo!

São disse...

Obrigada pela divulgação, meu querido.
Roubo por roubo, levo a gravura doa cavaleiros no mesmo cavalo e, mais tarde, falarei também sobre o seu significado esotérico.

Saudades, muitas e grandes.

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

Vou lá conhecer o texto. Se tem sua aprovação, com certeza é algo bom.

Gosto muito de história. E tenho muita admiração por Dom Dinis.

Um grande abraço, meu amigo

Clarice disse...

Aceito o convite, que a visita já estava programada.
Abraço.

Serginho Tavares disse...

Textos assim precisam mesmo ser divulgados.
Beijos amor!

Guará Matos disse...

E fez bemn, creia.
Abraços.

Lobo Cinzento disse...

Ah, eu gosto das sextas 13. Sempre me trazem coisas boas XD.

Abraços!

Hürrem disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Hürrem disse...

ManDrag o tema dos Templários sempre foi um dos meus favoritos para estudar, aliás eu sempre sonhei em fazer uma tese sobre o tema, mas a vida me levou para outros caminhos e esse projeto ficou para trás....gostei do texto do blog que indicastes, acho que se o autor do blog se aprofundar mais sobre o assunto nos próximos posts será bem interessante mesmo, pois o tema é vasto e cheio de detalhes importantes, e só para que vcs saibam, a Ordem dos Templários ainda existe até hoje mas não da mesma forma como no passado,se alguem tiver interesse procure ler o livro " O rito maçônico templário" do Príncipe Askelépius D Sparta, publicado pela editora Madras. Um grande abraço amigo ManDrag!!